fbpx

BLEFAROPLASTIA

O que é Blefaroplastia

A Blefaroplastia ou cirurgia plástica de rejuvenescimento das pálpebras é a intervenção realizada nas pálpebras superiores e/ou inferiores, com o intuito de proporcionar uma melhora estética da região em volta dos olhos.

A Blefaroplastia remove o excesso de pele e as bolsas de gordura que surgem, nas pálpebras superiores e inferiores, com o envelhecimento. 

Fatores como idade, tipo de pele e variações anatômicas devem ser levados em conta no planejamento da cirurgia, visando a harmonização com a face e o rejuvenescimento.

blefaroplastia

O envelhecimento, na região ocular, ocorre mais rápido do que em outras partes do corpo, devido à pele mais fina e delicada. Por isso denuncia prontamente o passar dos anos.

É nessa região que mostramos todo o nosso cansaço e as noites mal dormidas. Chega uma hora em que nem a maquiagem resolve mais o problema. A solução é a Blefaroplastia.

Quais as Indicações

A Blefaroplastia é indicada para pessoas que apresentam as seguintes alterações:

  • Excesso de pele nas pálpebras;

  • Aparência de olhos caídos e cansados;

  • Bolsas de gordura nas pálpebras;

  • Flacidez nas pálpebras.

É uma cirurgia indicada, com maior frequência, após os 30 anos de idade, em função dos fenômenos de envelhecimento. No entanto, devido a fatores genéticos, a presença de bolsas de gordura ou flacidez precoce nas pálpebras pode sugerir a cirurgia para os mais jovens.

blefaroplastia

Quais os benefícios

Os principais benefícios da Blefaroplastia são:

  • Rejuvenescimento da região periocular;
  • Redução do excesso de pele;
  • Redução da flacidez;
  • Aparência mais jovial;
  • Aumento da autoestima.
 
Como é o pré-operatório

O pré-operatório é iniciado com uma consulta médica detalhada, em que o paciente será minuciosamente examinado e as expectativas e possibilidades serão avaliadas.

O médico solicitará a realização de exames laboratoriais e de risco cirúrgico.

Deverão ser passadas diversas informações, tais como medicamentos de uso atual, possíveis alergias e histórico de doenças familiares.

Como é a anestesia

A anestesia da Blefaroplastia normalmente é local com sedação. Caso o paciente tenha outras necessidades, pode-se combinar com o médico uma anestesia geral.

Como é feita a Blefaroplastia

A cirurgia é realizada em clínica especializada, em caráter ambulatorial, ou seja, com alta prevista para o mesmo dia.

A cirurgia dura cerca de noventa minutos, devendo adicionar-se a este tempo o preparo e a recuperação pós-anestésica.

Na pálpebra superior, mede-se rigorosamente a quantidade de pele a ser removida, deixando a cicatriz final praticamente disfarçada no sulco natural da pálpebra. Tratam-se as bolsas de gordura superiores.

Na pálpebra inferior, a incisão é feita próxima aos cílios, a pele é levantada e as bolsas de gordura, quando presentes, são retiradas. O excesso de pele é finalmente ressecado e a sutura (pontos) aplicada.

Ao final da cirurgia, com o objetivo de controlar o inchaço, serão colocados tampões de soro fisiológico sobre os olhos e estes serão removidos no momento da alta hospitalar. Recomenda-se, manter o repouso necessário no pós-operatório.

Quais são os riscos da Blefaroplastia

Os riscos da Blefaroplastia são os mesmos de qualquer outra cirurgia plástica: hematomas e inchaços. Podendo ser maiores se o paciente não seguir as recomendações médicas.

 

Como é o pós-operatório da Blefaroplastia

Normalmente, esta cirurgia não possui um pós-operatório doloroso. Em caso de dor, esta deve ser controlada com os analgésicos prescritos.

Alguns cuidados a serem tomados:

  • Fazer repouso com a cabeça inclinada;

  • Usar gazes umedecidas, com soro fisiológico gelado, sobre os olhos;

  • Usar colírio lubrificante por 6 a 10 dias;

  • Evitar leitura e televisão, por longos períodos, nos primeiros dias;
  • Evitar fontes de calor como churrasqueira, secador de cabelo e fogão;

  • Evitar exposição solar no rosto por pelo menos 2 meses.

Evolução e resultados da Blefaroplastia

A evolução da cirurgia é rápida e depende muito da colaboração do paciente, seguindo as recomendações médicas. Alguns dias após a cirurgia, nota-se a redução do edema (inchaço) e menor flacidez ao redor dos olhos, resultando assim em uma aparência mais jovem.

Geralmente, ao final de 6 a 12 meses, as cicatrizes se tornam imperceptíveis. Ficam escondidas em prega natural das pálpebras superiores e logo abaixo dos cílios nas pálpebras inferiores.

Importante lembrar que a Blefaroplastia não resolve outras alterações nas pálpebras como olheiras, pigmentações, rugas laterais. Estas deverão ser tratadas com outros procedimentos tipo Peeling, Preenchimento e Cirurgia de Rejuvenescimento Facial.

A Blefaroplastia pode ser combinada com a aplicação da Toxina Botulínica, criando uma aparência ainda mais jovem e descansada.

Saiba mais, preenchendo e enviando o formulário abaixo.

Agende sua Avaliação

    Nome
    E-mail
    Telefone
    Qual o seu interesse?
    Mensagem