fbpx

ABDOMINOPLASTIA

O que é abdominoplastia

Abdominoplastia é a cirurgia plástica para a retirada de excesso de gordura e pele da região abdominal. Pode ter função estética, quando não houver muito excesso, ou corretiva, quando há grande excesso, o que geralmente ocorre em casos de obesidade aguda ou após cirurgia bariátrica.

A abdominoplastia é muito procurada por mulheres que já tiveram filhos,  com o propósito de reduzir excesso de flacidez na barriga e também eliminar estrias.

O objetivo da abdominoplastia é desenvolver um contorno corporal, mais harmônico e jovem, com um perfil mais tonificado e definido, o que nem sempre pode ser alcançado apenas por meio de exercícios físicos e dietas.

abdominoplastia

Tipos de abdominoplastia

A abdominoplastia possui três variantes: Lipoabdominoplastia, Mini abdômen e Clássica.

A Lipoabdominoplastia é o método mais utilizado atualmente. Consiste na associação da lipoaspiração com a retirada de pele e costura da musculatura. Assim são tratadas todas as camadas da parede abdominal: pele, gordura e musculatura. Esta técnica é superior à abdominoplastia clássica, devido à obtenção do contorno corporal proporcionado pela lipoaspiração.

A Abdominoplastia Clássica é indicada em caso de diástase ou afastamento extremo da musculatura abdominal. O método clássico é realizado com duas incisões, sendo uma no entorno do umbigo e outra, em formato de semicírculo, próxima ao púbis.  Com o acesso ao interior do abdômen, faz-se o descolamento dos tecidos para atingir a musculatura. Em seguida, é feita a costura da musculatura e o tracionamento da pele. Após a retirada do excesso de pele e gordura, o umbigo é reposicionado e as suturas são concluídas.

O Mini abdômen é indicado somente para pacientes com excesso de flacidez e gordura abaixo do umbigo. É o ideal para quem deseja remover apenas os famosos pneuzinhos. Este método não exige costura muscular, nem reposicionamento de umbigo.

Quais as Indicações

Conforme explicação anterior, a abdominoplastia é indicada para quem precisa remover excesso de pele e gordura do abdômen e para eliminar flacidez e estrias. Nas mulheres, os casos clássicos estão relacionados com gravidez ou obesidade. Nos homens, casos de obesidade e pós-operatório de bariátrica.

Quais os benefícios
  • Redução do excesso de gordura;
  • Redução do excesso de pele;
  • Redução de estrias;
  • Redução de peso;
  • Melhora na postura;
  • Melhora no conforto corporal;
  • Melhora na estética abdominal;
  • Melhora na autoestima.

 

Quantos quilos vou emagrecer?

A abdominoplastia não tem a função de fazer o paciente perder peso. Com a retirada do excesso de pele e gordura, consequentemente, esta cirurgia promove uma redução no peso corporal. Bons hábitos alimentares e a prática de exercícios físicos é que propiciam um saudável controle de peso.

Como é feita a abdominoplastia
  1. O primeiro passo é a internação do paciente, a seguir faz-se a anestesia do tipo epidural e a sedação. Quando indicada, pode ser  feita a anestesia geral.
  2. A partir de duas incisões, uma em volta do umbigo e outra um pouco acima da região púbica, realiza-se a maioria das abdominoplastias. 
  3. Através desses acessos, retira-se a gordura, por lipoaspiração. Em seguida é feita a reparação dos músculos retos abdominais.
  4. Caso haja indicação, faz-se também a retirada do excesso de pele. As incisões são fechadas com suturas reabsorvíveis. Depois vem o processo de recuperação.

abdominoplastia 

Como é o pré-operatório

Inicialmente é realizada uma consulta detalhada, em que o paciente será cuidadosamente examinado. Todas as expectativas e possibilidades serão avaliadas. 

Definidos os pormenores da cirurgia, serão providenciados os exames pré-operatórios de praxe: risco cirúrgico e exames laboratoriais. Em alguns casos, o ultrassom abdominal pode ser solicitado.

Como é a anestesia da abdominoplastia

Para a realização da abdominoplastia, pode ser usada tanto a anestesia peridural com sedação venosa, como a anestesia geral. Dependerá da avaliação do médico anestesiologista.

 

Como é o pós-operatório

Nos primeiros dois dias seguintes à cirurgia, o paciente poderá sentir dor ou desconforto. O repouso deverá ser total.

Recomendações para a primeira semana:

  • Dormir de barriga para cima;
  • Não tirar a cinta, exceto para o banho;
  • Movimentar os membros, sempre que possível, e fazer sessões de drenagem linfática;
  • Andar ligeiramente inclinado para frente, evitando a reabertura dos pontos e um consequente resultado indesejável na cicatriz.

Após 15 dias, o paciente poderá retomar gradativamente suas atividades diárias, conforme prescrito abaixo

– Dirigir – após 20 a 30 dias;

– Trabalhar – após 3 a 4 semanas, dependendo do tipo de trabalho;

– Exercícios físicos – após 6 a 8 semanas, iniciando gradativamente.

– Para as mães – pegar o bebê no colo e retirá-lo do berço, após 4 a 6 semanas.

 

Evolução e resultados da abdominoplastia

A abdominoplastia apresenta os maiores resultados a médio e longo prazo. No início é normal as mulheres se sentirem um pouco deprimidas, em função do desconforto e da aparência. Para uma completa recuperação, devem ser respeitados os períodos de repouso e  demais recomendações médicas. Paciência e boa vontade são fundamentais.

Com o passar dos dias, edemas e hematomas irão reduzindo e os contornos abdominais, aos poucos, tornar-se-ão mais evidentes. Pontos vão sendo absorvidos e as cicatrizes se modelando.

O prazo de recuperação depende do porte da cirurgia realizada e das características individuais do paciente.

Uma grande preocupação das pacientes é a aparência das cicatrizes que ficam à volta do umbigo e na parte acima do púbis. Visando a melhor evolução da cicatriz, ao invés de suturas, podemos fazer uso da cola cirúrgica que as torna mais discretas.

O tamanho da cicatriz varia, de acordo com a quantidade de pele a ser retirada.

Posso engravidar após a abdominoplastia?

Pode. O bebê irá desenvolver-se normalmente. Porém o ideal é a paciente fazer abdominoplastia, quando não tiver mais a intenção de engravidar, pois os resultados obtidos podem ser perdidos. O melhor é programar a cirurgia para após a última gravidez.

Saiba mais preenchendo e enviando o formulário abaixo.

Agende sua Avaliação

    Nome
    E-mail
    Telefone
    Qual o seu interesse?
    Mensagem